Quanto mais o colaborador ficar sentado à frente do computador, trabalhando ininterruptamente, maior a produtividade, certo? Errado. Na verdade, essa é uma relação inversamente proporcional. Às vezes, é preciso fazer aquele break, ou seja, não fazer nada relacionado ao trabalho por alguns minutos, para depois fazer mais e melhor. No exterior, essa prática é muito comum.

Os colaboradores da sua empresa têm o costume de fazer pausas? Confira alguns motivos para incentivá-los a adotar essa prática e aumentar a performance no trabalho.

Aumenta a concentração

Você sabia que seu cérebro só é capaz de focar em uma atividade por, no máximo, 90 minutos? A ciência explica que, depois disso, ele fica sobrecarregado, resultando na queda da produtividade. Portanto, se você fizer pausas de 5 ou 10 minutos após esse período, voltará para a tarefa anterior ainda mais concentrado. Alguns especialistas ainda recomendam fazer esse break depois de 50 ou 60 minutos trabalhando, pois, na opinião deles, é melhor ainda fazer isso antes mesmo de o cansaço chegar.

Facilita a tomada de decisões

Ficar olhando para um problema por horas não vai ajudar a solucioná-lo. Pelo contrário, o desgaste mental gera um bloqueio ainda maior, que impede o colaborador de pensar em soluções eficientes e criativas. O simples hábito de dar uma volta, prestar atenção em outra coisa é como fazer uma faxina na mente e se permitir enxergar ideias e soluções para tomar decisões mais assertivas.

Pausa para o lanche aumenta a energia

Nosso cérebro funciona a partir de uma reserva de glicose. Quando essa reserva começa a chegar ao fim, ele começa a nos avisar que precisamos nos alimentar, e a performance começa a cair. Por isso, o break para um lanchinho saudável é sinônimo de mais concentração e energia. O cafezinho também é um ótimo aliado nesse momento, ele aumenta a capacidade de concentração e a memória.

Faz bem para a saúde

Existem inúmeros malefícios em ficar sentado por horas sem pausa. A luz do computador prejudica a visão, a posição sentado na cadeira faz mal para a coluna e para a circulação sanguínea nas pernas, os dedos que não param de digitar podem ocasionar lesões por esforço repetitivo. Se o trabalho envolver muita pressão e o estresse recair sobre o pescoço e os ombros, piorou.
É fundamental fazer pausas no trabalho para caminhar um pouco, alongar a coluna e os braços. Você não quer que seus colaboradores sofram com problemas de saúde que os impeçam de trabalhar, certo?

Melhora a socialização

A pausa para um café com um colega de trabalho, do mesmo ou de outro departamento, aumenta a descontração e a harmonia entre os colaboradores. O clima organizacional fica mais leve e agradável para todos. E, consequentemente, mais produtivo!

Depois de ler esses benefícios de fazer uma pausa no trabalho, você com certeza vai querer dar a dica para os seus trabalhadores. É importante lembrar que, nesses momentos, não adianta ler e-mails ou adiantar outras atividades. É preciso realmente se desligar do trabalho.

Que você e seus colaboradores tenham um excelente break!