Author: rscafe (page 1 of 13)

Máquinas de café e a sustentabilidade

Que as máquinas de café são amigas dos seus colaboradores e da produtividade da sua empresa você já sabe. O que pode ser novidade é que elas também são amigas da natureza. Veja como as máquinas de café automáticas podem promover a sustentabilidade.

Reuso da borra de café

Esse material orgânico não precisa ir direto para o lixo, ele pode ser reutilizado de diversas formas: seus nutrientes são úteis como fertilizantes para as plantas, é um esfoliante natural para a pele e também pode ser utilizada para eliminar maus odores de ambientes e recipientes e limpar superfícies levemente engorduradas.

Economia

Com as máquinas automáticas de café, você economiza papel, pois não tem a necessidade de utilizar filtros descartáveis para preparar a bebida. Assim, você diminui a quantidade de lixo, e o planeta agradece!

Menos desperdício

Máquinas de café de qualidade disponibilizam a quantidade certa da bebida quando o botão é apertado, evitando que uma quantidade seja jogada fora e eliminando o desperdício. Quando o café é preparado em garrafas ou cafeteiras, muito pode ser desperdiçado quando não é consumido ainda quente.

Para agregar ainda mais à sustentabilidade das máquinas, você pode oferecer aos colaboradores canecas de porcelana ou outro material não descartável. Assim, o café é alegria para todos na empresa e também para a natureza!

5 benefícios de uma pausa no trabalho

Quanto mais o colaborador ficar sentado à frente do computador, trabalhando ininterruptamente, maior a produtividade, certo? Errado. Na verdade, essa é uma relação inversamente proporcional. Às vezes, é preciso fazer aquele break, ou seja, não fazer nada relacionado ao trabalho por alguns minutos, para depois fazer mais e melhor. No exterior, essa prática é muito comum.

Os colaboradores da sua empresa têm o costume de fazer pausas? Confira alguns motivos para incentivá-los a adotar essa prática e aumentar a performance no trabalho.

Aumenta a concentração

Você sabia que seu cérebro só é capaz de focar em uma atividade por, no máximo, 90 minutos? A ciência explica que, depois disso, ele fica sobrecarregado, resultando na queda da produtividade. Portanto, se você fizer pausas de 5 ou 10 minutos após esse período, voltará para a tarefa anterior ainda mais concentrado. Alguns especialistas ainda recomendam fazer esse break depois de 50 ou 60 minutos trabalhando, pois, na opinião deles, é melhor ainda fazer isso antes mesmo de o cansaço chegar.

Facilita a tomada de decisões

Ficar olhando para um problema por horas não vai ajudar a solucioná-lo. Pelo contrário, o desgaste mental gera um bloqueio ainda maior, que impede o colaborador de pensar em soluções eficientes e criativas. O simples hábito de dar uma volta, prestar atenção em outra coisa é como fazer uma faxina na mente e se permitir enxergar ideias e soluções para tomar decisões mais assertivas.

Pausa para o lanche aumenta a energia

Nosso cérebro funciona a partir de uma reserva de glicose. Quando essa reserva começa a chegar ao fim, ele começa a nos avisar que precisamos nos alimentar, e a performance começa a cair. Por isso, o break para um lanchinho saudável é sinônimo de mais concentração e energia. O cafezinho também é um ótimo aliado nesse momento, ele aumenta a capacidade de concentração e a memória.

Faz bem para a saúde

Existem inúmeros malefícios em ficar sentado por horas sem pausa. A luz do computador prejudica a visão, a posição sentado na cadeira faz mal para a coluna e para a circulação sanguínea nas pernas, os dedos que não param de digitar podem ocasionar lesões por esforço repetitivo. Se o trabalho envolver muita pressão e o estresse recair sobre o pescoço e os ombros, piorou.
É fundamental fazer pausas no trabalho para caminhar um pouco, alongar a coluna e os braços. Você não quer que seus colaboradores sofram com problemas de saúde que os impeçam de trabalhar, certo?

Melhora a socialização

A pausa para um café com um colega de trabalho, do mesmo ou de outro departamento, aumenta a descontração e a harmonia entre os colaboradores. O clima organizacional fica mais leve e agradável para todos. E, consequentemente, mais produtivo!

Depois de ler esses benefícios de fazer uma pausa no trabalho, você com certeza vai querer dar a dica para os seus trabalhadores. É importante lembrar que, nesses momentos, não adianta ler e-mails ou adiantar outras atividades. É preciso realmente se desligar do trabalho.

Que você e seus colaboradores tenham um excelente break!

Como reduzir custos na empresa?

Um dos principais interesses de gestores e empreendedores é: como reduzir custos na empresa? Essa é uma das estratégias mais assertivas para aumentar a lucratividade do negócio, proporcionando melhores investimentos e resultados.

No entanto, muitas vezes, é uma das tarefas mais difíceis. Principalmente quando não há planejamento e organização. Confira a seguir nossas dicas infalíveis de como reduzir custos na empresa:

Como reduzir custos na empresa?

Análise de gastos extras

Ao tentar criar estratégias de como reduzir custos na empresa, é comum que muitos liderem façam a seguinte pergunta: para onde está indo tanto dinheiro? Essa resposta nem sempre é muito clara.

Diversas escolhas podem gerar gastos extras para a organização, sem que ninguém perceba. Quer um exemplo? O cafezinho (a nossa especialidade!).

Quem não gosta de beber um café quentinho no intervalo do expediente para dar aquela energizada? Pois é, mas isso pode estar saindo caro demais. O café de coador, por exemplo, pode gerar um desperdício altíssimo, já que ele esfria com rapidez.

Além disso, há uma diferença no valor por dose se comparado com as máquinas de café. Veja:

  • O custo do café na cafeteira é de R$ 8,00/litro ou R$ 0,40/dose.
  • Já o custo do café liofilizado (máquina) é de R$ 2,00/litro ou R$ 0,10/dose.

Outra vantagem da máquina de café, referente à estratégia de como reduzir custos na empresa, é a possibilidade de ter outras bebidas incluídas, evitando gastos desnecessários com ingredientes ou até mesmo com a contratação de um profissional para preparar as bebidas.

Quais outros gastos extras a sua empresa possui? Faça uma análise detalhada e anote em uma planilha.

Pensamento econômico

Outra estratégia fundamental para saber como reduzir custos na empresa é incentivar o pensamento econômico em todos os colaboradores. Por exemplo, folhas de papel podem ser reutilizadas para rascunhos, copos plásticos podem ser trocados por canecas personalizadas, a quantidade de toalhas de papel para enxugar a mão pode ser reduzida.

Para isso:

  • Crie uma política organizacional para estimular a economia
  • Comunique sobre as novas regras
  • Faça placas e cartazes para gerar mais engajamento

Novos rumos

Ao tentar entender como reduzir custos na empresa, muitos profissionais e gestores se preocupam apenas com o momento presente (o que estou fazendo de errado?) ou com o passado (o que eu fiz de errado?).

No entanto, para saber exatamente como reduzir custos na empresa é preciso também olhar para o futuro (o que eu vou fazer?).

Por isso:

  • Reflita sobre os objetivos e a visão da empresa
  • Estabeleça metas alcançáveis
  • Elabore treinamentos para profissionais
  • Repense nas estratégias do seu modelo de negócio

Colocando em prática

Agora que você já sabe como reduzir custos na empresa, é hora de colocar em prática e fazer planejamentos. Precisa de um gás? A nossa dica é preparar um cafezinho e ir com tudo!

Boa sorte!

Como criar um evento corporativo?

Seja para trazer mais conhecimento aos colaboradores ou gerar entrosamento em um momento mais divertido e relaxante, é fundamental para qualquer gestor ou funcionário responsável saber como criar um evento corporativo.

Ao entender todas as etapas de como criar um evento corporativo, é possível reduzir custos e aumentar o engajamento de colaboradores, obtendo ainda mais resultados com a ocasião especial.

Há 3 principais fases para a execução de um evento corporativo. Elas são:

  • Planejamento
  • Organização
  • Análise de resultados

Confira a seguir as principais dicas para cada uma delas:

Como criar um evento corporativo: as 3 fases

Planejamento

Para que tudo saia perfeito, é importante ter um bom planejamento do evento. Aliás, quanto antes essa etapa for iniciada, maiores são as chances de encontrar fornecedores baratos e negociar valores mais baixos.

Nessa etapa você irá:

  • Analisar qual é a verba total do evento
  • Determinar o objetivo da ocasião
  • Levantar orçamentos de alimentação, palestrantes, equipamentos etc.
  • Organizar quais serão os canais de comunicação com os colaboradores
  • Delegar tarefas para departamentos e prestadores de serviço
  • Criar um calendário para cumprir tarefas sem atrasos

Com todos esses itens determinados, é possível ter mais insights sobre os caminhos para compreender melhor como organizar um evento corporativo. Afinal, você terá em mãos um cronograma que irá prever:

  • Equipamentos e serviços que devem ser contratados
  • Tempo de duração para a elaboração total
  • Departamentos e colaboradores envolvidos
  • Valor total

Organização

A segunda tarefa da missão de como organizar um evento corporativo é a organização. Aqui, as tarefas planejadas serão colocadas em prática, cumprindo o cronograma preestabelecido anteriormente. Você deverá:

  • Conferir as datas com fornecedores (follow-up)
  • Analisar e cobrar serviços pedidos para empresas terceirizadas ou colaboradores internos
  • Reservar o local do evento (mesmo se for dentro da empresa, é importante avisar outros departamentos)
  • Fazer pagamentos e documentar notas fiscais e comprovantes
  • Divulgar o evento para colaboradores e reforçar essa comunicação outras vezes

Análise de resultados

Agora que você já sabe como organizar um evento corporativo, é hora de entender a terceira fase: análise de resultados.

Essa etapa está dividida em dois tipos de observações:

1 – Análise de resultado de treinamentos

Se o evento for um treinamento, é importante conferir se o aprendizado gerou melhorias para a organização. Isso será fundamental para a contratação de novos palestrantes ou consultores.

2 – Análise de resultados internos

Outro feedback importante é o da própria equipe. Uma ideia é aplicar um questionário com as seguintes perguntas:

  • O que você achou de evento?
  • O que você achou do palestrante/treinador?
  • O que você achou da duração do evento?
  • O que achou dos serviços contratados (alimentação, equipamentos etc.)?
  • O que você achou da organização?
  • O que você achou do entrosamento com outros colaboradores?

As respostas podem ser medidas por uma nota de 1 (péssimo) a 5 (excelente).

Tem mais alguma dica de como criar um evento corporativo? Deixe uma mensagem para a gente!

Biodiesel de borra de café? É possível!

USP já testou o combustível como alternativa sustentável

Se você tem uma máquina da RS Café em sua empresa, já percebeu que há a produção de borra de café após o preparo da bebida. Pensando nisso, alguns cientistas da USP estudaram uma maneira de prolongar a vida útil do café.

A solução foi um biodiesel feito a partir de um óleo essencial retirado da borra de café. O combustível sustentável já passou por testes laboratoriais e é indicado para pequenas comunidades agrícolas, que precisam gerar energia para suas máquinas.

A notícia boa é que o brasileiro toma, em média, de duas a três xícaras de café por dia. Por isso, há muita produção do resíduo que é descartado em lixo orgânico. Mas, agora, pode ser reutilizado de forma consciente.

Borra de café como fertilizante

 Em regiões agrícolas, ou até mesmo em hortas caseiras, a borra de café é utilizada como fertilizante. No entanto, o uso contínuo pode contaminar o solo devido ao óleo liberado pelo resíduo.

Para a compostagem doméstica, a recomendação é que haja uma variedade de matérias utilizadas, como cascas de frutas, restos de legumes e verduras, além de folhas secas.

Outros usos para a borra de café

Confira outras maneiras sustentáveis de reutilizar os resíduos do café:

Neutralizadora de odores

A borra de café pode ser utilizada para tirar maus odores de geladeira, freezer e micro-ondas. Para isso, coloque o resíduo em uma tigela e deixe-o secar ao sol. Depois, é só colocá-lo dentro dos eletrodomésticos. Se preferir, combine a substância com algumas ervas aromatizadas.

Limpadora de superfícies

 A borra de café é uma substância abrasiva. Sendo assim, se torna uma ótima limpadora de superfícies, colaborando para a higienização de pias, grelhas e até panelas.

 Atenção! Cuidado para não gerar manchas em superfícies porosas ou claras.

 

Cafeteira ou máquina automática de café? Descubra qual a melhor opção

Apesar de ser uma tendência no mercado, muitas pessoas ainda possuem certo receio com as máquinas automáticas de café. Isso porque acreditam que o expresso não sairá com a mesma qualidade daquele feito na hora e armazenado na cafeteira. Porém, se escolhida de forma correta, a máquina pode desempenhar um excelente papel na sua rotina.

Para te auxiliar a compreender seus benefícios, a RS Café preparou esta matéria com alguns motivos pelos quais você deve escolhê-la para fazer parte da sua casa ou empresa. Veja abaixo:

Mais praticidade
Uma máquina de café automática faz tudo para você: desde o preparo das bebidas à atenção a detalhes como as medidas proporcionais de água, café e outros ingredientes. Além disso, não há a necessidade de interromper atividades na empresa ou na sua casa para preparar a bebida. Ninguém merece ter que deixar o cliente ou a visita esperando, ou mesmo fazer o café com antecedência e correr o risco de ele esfriar, certo?

Portanto, com a máquina, você recebe praticidade e qualidade!

Muito além do expresso
Café é bom demais, mas existem diversas outras opções que são preparadas com essa bebida, como cappuccino, mocha, latte, a famosa mistura do café com o leite etc. Com uma máquina automática, você tem tudo isso à disposição, de uma só vez. As máquinas da RS Café, por exemplo, possuem perfis que se adaptam a diferentes pessoas e negócios; ou seja, é impossível não encontrar uma que se encaixe perfeitamente ao que você precisa. Além das variedades citadas, elas ainda preparam chocolate quente e chá.

Oferecer um diferencial
Receber visitas em sua casa ou mesmo clientes em sua empresa tendo uma máquina automática de café pode tornar a experiência bem diferente. Isso porque, como citado acima, elas possuem diferentes opções de bebidas – o que conquistará maior quantidade de paladares -, além de agregarem no quesito design à decoração do espaço.

Ainda está em dúvida? A RS Café te ajuda: entre em contato conosco e descubra todos os benefícios que oferecemos para experimentar as nossas máquinas e serviços! Ou, se preferir, vá até uma de nossas unidades e participe do tasty-drive.

Acesse: https://bit.ly/2MuSkH1

Fonte: Blog Eu Amo Café

Quer um 2019 incrível? Descubra a importância de planejar metas para o ano!

Se você não é do tipo que gosta de estabelecer objetivos e, todo 31 de dezembro, rever os que conseguiu alcançar, com certeza conhece alguém que o faz. As famosas “metas de Ano Novo” são adoradas por uns, mas temidas por outros. Isso porque não há nada mais desmotivador que chegar ao fim de um ano e notar que não completou nem metade da sua lista.

Porém, quando criadas de forma consciente e realista – ou seja, considerando o que você está disposto a fazer e qual sua condição de vida neste momento para tal -, elas podem funcionar como uma bússola, te recordando, todos os dias, aonde você deseja chegar.

A verdade é que um ano tem o poder de mudar totalmente a sua vida, se você decidir usá-lo ao seu favor. Para te auxiliar nisso, a RS Café separou dicas de ouro que vão te ajudar a planejar seu 2019 e chegar ainda mais perto dos seus maiores sonhos. Veja abaixo:

Defina suas metas

Este, acredito, é o item mais fácil. Pegue um papel, uma caneta (não vale lápis, afinal, não podemos nos dar a chance de apagar algum item ao longo do ano por medo de não o atingir!) – e pense nos seus maiores objetivos para os próximos 365 dias. Para facilitar, você pode dividi-los em categorias, como saúde, vida social, espiritualidade, lazer, carreira e desenvolvimento pessoal.

Lista em mãos? Podemos ir para o próximo item.

Identifique o que te paralisa

Assim como falamos na nossa matéria especial sobre procrastinação, descobrir os fatores de bloqueio da sua criatividade e produtividade é um dos primeiros passos para alcançar resultados melhores. Afinal, ao nomear os obstáculos que te inibem, fica mais fácil criar formas de combate-los e seguir em frente.

Você, mais que ninguém, sabe o que te desvia dos seus objetivos – seja uma distração ou mesmo um ponto fraco. Assuma para si mesmo quais são eles e tenha em mente o que fazer para eliminá-los.

Divida as metas em pequenas metas

Já reparou que, quando você alcança um objetivo, tem vontade de conquistar outros mais? Essa é a chamada autoeficácia, que trata da convicção que uma pessoa tem de ser capaz de resolver um problema ou atingir uma meta específica. A melhor parte? É possível desenvolvê-la. As bases para isso foram criadas pelo psicólogo Albert Bandura, também criador da Teoria Cognitiva Social (TSC).

Segundo ele, o primeiro passo está na criação de uma consciência de que somos capazes de gerenciar nossos comportamentos e, com isso, ir em busca de experiências que favoreçam atingir nossos objetivos pessoais e profissionais.

Portanto, para facilitar todo o processo, é muito importante que você explore os seus objetivos em pequenas metas. Exemplo: se o seu objetivo é ganhar uma promoção no trabalho, você pode dedicar-se, diariamente, a estudar a sua área, tomar consciência dos seus diferenciais como profissional – e, claro, usá-los no dia a dia –, além de ser mais participativo em reuniões e sugestões de melhoria.

Tenha um parceiro de metas

É verdade que a única pessoa que pode escolher dar rumos diferentes para a sua vida é apenas você mesmo. Porém, alguns funcionam melhor quando colocados sob pressão. Se você é uma dessas pessoas, combine com alguém de confiança de se cobrarem mutualmente sobre as metas.

Vocês funcionarão como orientadores durante todo o ano, lembrando o outro de olhar para a lista sempre que possível e correr atrás do que é necessário para completá-la. É comum termos altos e baixos durante um ano, e essa pessoa te ajudará a lembrar o porquê de você ter escrito cada um daqueles itens.

Reveja-as sempre que possível

Um ano é feito, sobretudo, das coisas que não esperávamos que aconteceriam. Afinal, apesar de nos planejarmos, não sabemos o que está por vir. Portanto, para não se esquecer das suas metas com o passar dos meses e dos acontecimentos, tenha a sua lista em um lugar acessível e a consulte sempre que possível.

Dica extra

Para facilitar o andamentos das suas pequenas metas – que, como explicamos acima, vão te levar diretamente aos grandes objetivos – queremos te indicar um aplicativo incrível: o Goals on Track (disponível para Android e iOS). Assim como a RS Café, o app defende a ideia de que os sonhos são conquistados com pequenos passos diários. Por conta disso, ele te permite criar um plano completo com todas as suas metas e as submetas, ou seja, o passo a passo para você “chegar lá”.

A cada meta cumprida, ele muda a porcentagem e te deixa a par do quanto falta para finalizar o projeto. Além disso, você consegue ver os objetivos do ano anterior e quais projetos têm mais prioridade. Dessa forma, você tem um controle melhor para realmente fazer as coisas acontecerem.

Por fim, para acompanhar essa batalha diária – de muito foco e persistência – nada como uma xícara de café, certo? Afinal, a cafeína traz energia para os nossos dias, além de auxiliar no aumento da produtividade. Conheça nossas máquinas e insumos que podem ser seus parceiros nessa nova missão.

Fonte: Oficina de Psicologia, Fabricando Vencedores

Procrastinação no trabalho: descubra dicas para driblar esse hábito

Procrastinar é o ato de deixar algo para outro dia, transferindo determinada tarefa sempre para depois. Parece-lhe familiar? Pois bem: segundo o pesquisador T. J. Potts, a procrastinação é um mal que pode atingir até 95% da população mundial, além de agir cronicamente entre 15% e 20% dos adultos e em 33% a 50% dos estudantes.

No trabalho, esse terrível hábito pode atrapalhar o andamento das tarefas, além de te impedir de alcançar as tão sonhadas metas. Sem falar que, em um mercado cada vez mais competitivo, tudo o que interrompe a produtividade pode significar um problema não só para o colaborador, mas para a empresa.

Por conta disso, a RS Café preparou esta matéria especial com dicas essenciais para vencer esse terrível monstro que atinge a maioria das pessoas. Veja abaixo:

O que te paralisa?
Descobrir quais os fatores de bloqueio da sua criatividade – e, consequentemente, da sua produtividade – é um dos primeiros passos para vencer a procrastinação. Isso porque, ao nomear o obstáculo que te inibe, torna-se mais fácil combatê-lo.

Ao identificar os problemas, você poderá agir diretamente contra os mesmos, interrompendo o círculo vicioso e criando novos hábitos em busca da realização de suas tarefas.

Desafie-se
De acordo com um artigo da Psychology Today, a procrastinação pode ser, também, o resultado do desconforto causado por tarefas que, por alguma razão, te incomodam. A dica, neste caso, é aproveitar esses momentos para sair da sua zona de conforto e promover um desafio a si mesmo. Afinal, quanto mais você foge de enfrentar esses incômodos, na verdade, está apenas adiando-os. Quanto antes encará-los de frente, mais cedo resolverá o problema em questão.

Defina metas diárias
Este hábito evita o acúmulo de grande volume de trabalho, o que tende a aumentar sua vontade de procrastinar. Para te auxiliar, a dica é comprar uma agenda – ou, se preferir, usar as versões online – para se organizar. Ao cumprir cada tarefa, anote-as; ao final do dia, você terá noção do quanto conseguiu realizar, o que ajuda a criar motivação para o dia seguinte.

Pratique a Procrastinação Estrutural
Estamos falando sobre eliminar a procrastinação, mas aconselhando a praticar uma de suas modalidades. Ficou confuso? A gente explica: em 1996, um professor de filosofia chamado Stanford John Perry apresentou este conceito, que consiste em colocar a tarefa mais urgente e assustadora no topo da lista e acrescentar as demais atividades, igualmente valiosas, mas menos amedrontadoras, abaixo.

Isso faz com que você resolva, de uma vez por todas, aquilo que mais teme em sua lista, tornando mais fácil lidar com as demais que estão por vir.

Visualize seu “eu” do futuro
É comum pensarmos no futuro e termos belas visões sobre como estaremos felizes e bem-sucedidos. Porém, é importante criarmos a consciência de que, se você não começar a agir agora para realizar as tarefas que vão te auxiliar a conquistar seus objetivos – sejam grandes ou pequenos -, esse futuro pode chegar e as coisas estarão da mesma forma.

Para auxiliar ainda mais nisso, a RS Café oferece máquinas de café expresso de diferentes modelos para empresas. Além de colocar todas as dicas acima em prática, o café, como sabemos, é um ótimo aliado no aumento da produtividade.

Quer descobrir mais? Acesse esta outra matéria do nosso blog.

Para conhecer nossos produtos e serviços, clique aqui

Fonte: Psicologia Viva, Na Prática

 

Café com leite: conheça as principais combinações desse casamento que deu certo

Para os amantes de café, nada melhor que combinar a bebida com outras sempre que possível. Uma das apostas que mais deu certo foi a do café com leite, que surgiu, segundo historiadores, na Europa do século XVIII, e que conquista milhares de pessoas até hoje.

É fato que café com leite formam uma bela mistura, mas você conhece as diferentes bebidas que resultaram deste belo casamento? O que as diferencia, geralmente, é a proporção de um ou outro no preparo. Conheça as mais famosas, abaixo, nesta matéria da RS Café.

Café com Leite – O Tradicional

O velho e bom! Quem nunca experimentou essa clássica combinação, seja em casa ou ao passar em uma padaria? A bebida equilibra o sabor ameno do leite com o amargor do café.

Cappuccino

O verdadeiro cappuccino deve apresentar 1/3 de expresso, 1/3 de leite vaporizado e 1/3 de espuma de leite. Esta última deve ser densa e cremosa, com temperatura de no máximo 60ºC, feito para tomar em goles. Para os amantes de chocolate, essa bebida é perfeita para acrescentar uma calda. Considerada uma das misturas de café e leite mais antigas do mundo, incialmente era adoçado com mel.

Mocha

Uma mistura e tanto: café expresso, leite vaporizado, chocolate e chantilly (deu até água na boca!). Seu nome é uma homenagem à cidade litorânea do Mar Vermelho, Mocha, localizada no Iêmen, que, até o século XV, era a principal cidade exportadora de café da Península Arábica.

Pingado

Como o próprio nome sugere, o Pingado consiste em uma xícara de leite que leva apenas uma gota de café ao final do preparo da bebida. Comumente pedido em padarias e botecos, o mais legal dessa mistura é que é servido, geralmente, no copo americano.

Macchiato

De origem italiana, seu nome significa “manchado”. O preparo desta bebida leva uma dose de expresso com um toque de leite vaporizado, sem espuma, que vai manchando a bebida. Com essa opção, algumas pessoas gostam de brincar e fazer desenhos na superfície.

Latte

É a mistura de café expresso com leite vaporizado e espuma do leite. O Latte é a versão italiana do nosso Média, um clássico do café da manhã dos brasileiros, geralmente pedido nas padarias ao lado do famoso pão na chapa. Assim como o Pingado, costuma ser servido no copo americano.

E aí, qual o seu preferido?

A RS Café possui algumas dessas bebidas em suas máquinas. Conheça nossas opções de equipamentos e insumos para montar belíssimas combinações: www.rscafe.com.br.

Fonte: Mexido de Ideias, Uol

Saiba como o café chegou ao Brasil e tornou-se uma das grandes riquezas nacionais

Aquele cafezinho durante o dia sempre rende bons momentos, não é? Mas você sabe como a planta chegou até o Brasil e ganhou destaque na rotina dos brasileiros, além de proporcionar ao país o título de maior exportador mundial?

Terceira bebida mais consumida no mundo, o café é originário da África e iniciou sua expansão mundial em países da Europa. Foi trazido para as Américas e Estados Unidos em meados de 1670. No Brasil, a planta chegou por volta de 1720, através do Sargento Francisco de Mello Palheta, que trouxe uma muda da Guiana Francesa. O primeiro contato do café em nosso território foi na cidade de Belém, no estado do Pará, porém, seu cultivo nessa região não foi difundido. Após chegar às capitais São Paulo e Rio de Janeiro, espalhou-se rapidamente devido ao nosso clima favorável à plantação.

Até o final do século XVIII, o Haiti era considerado o maior exportador do grão. Porém, nessa época, o país entrava em crise devido a uma longa guerra de independência contra a França, o que prejudicou sua manufatura. Foi nessa época que o Brasil aumentou consideravelmente a produção e, ainda que em pequena escala, passou a exportar o produto e começar a ganhar destaque no cenário internacional. Em 1845, éramos responsáveis por 45% da produção mundial.

A vez do Brasil

Por quase um século, o café foi a grande riqueza do nosso país. O comércio da planta possibilitou expressivo crescimento nacional, acarretando no surgimento de cidades e ferrovias como forma de viabilizar a produção e facilitar seu escoamento. Ultrapassando as fronteiras nacionais, o café auxiliou, também, na inserção do Brasil em um cenário econômico internacional. O então chamado Ciclo do Café chegou a nortear decisões políticas tomadas no século XX, dada sua importância para o crescimento da economia nacional.

Em 1932, o país alcançou um nível de superprodução, o que causou a proibição de novos plantios a fim de adequar a oferta à demanda. A produção de café foi responsável, também, pela diversidade cultural presente em nosso território até hoje. Isso porque, com a Lei Áurea, que foi assinada em 1888, a produção ficou carente de mão de obra sem os escravos e incentivou a vinda de imigrantes europeus, em sua maioria italianos e alemães.

Hoje, somos os maiores produtores e exportadores do café, além do segundo país que mais consome a bebida, perdendo apenas para os Estados Unidos. O café faz parte do dia a dia dos brasileiros e é a companhia perfeita, seja na mesa de café da manhã para unir a família, no trabalho para aumentar a produtividade  e até nos momentos de lazer.

Para a RS Café, o café é o responsável por nos ajudar a levar alegria e descontração para as empresas que contratam nossos serviços. Conheça a nossa maneira de levar o melhor da bebida até você.

Fontes: Revista Cafeicultura, Blog Villa Café

Older posts

NEWSLETTER

© 2019 Blog da RSCafé