Todo mundo sabe que o café deixa a gente mais produtivo e alerta. Mas qual a relação do café com o sono? Adolescentes que tomam café (café mesmo, não apenas café da manhã) logo cedo têm melhores desempenhos nas aulas do que aqueles que vão ao colégio tendo bebido apenas leite ou suco. Saiba mais sobre Power Nap, a combinação que dobra os efeitos do café:

Algumas profissões, por sua vez, são famosas pelo consumo regular e constante da bebida nacional ? especialmente aquelas que envolvem muito estresse e longas horas de trabalho, como jornalistas, professores e médicos.

Mas o que pouca gente sabe é que existe uma forma de potencializar ainda mais o efeito de uma boa xícara de café expresso graças à relação entre a bebida, o sono e um neuromodulador chamado adenosina. Entenda mais sobre isto no texto a seguir:

As diferenças entre os sonos

Você certamente já percebeu a diferença entre tirar uma soneca e cair no sono. Em algum momento, você tirou uma pequena soneca depois do almoço e voltou a estudar ou trabalhar a tarde em perfeita forma, bem-disposto. E em algum outro dia, talvez durante as férias, essa soneca se esticou e você acordou cansado, incapaz de fazer o dia render. A principal diferença destas situações está na duração do sono.

O sono é dividido em duas fases, uma mais leve e outra profunda. Nós não entramos em sono profundo automaticamente. Primeiro, adormecemos naquele sono leve (quando ocorrem os sonhos) e só depois substâncias do corpo são liberadas para nos ?dopar? de forma a cair no sono profundo. Depois de algumas horas, voltamos ao sono leve, antes de acordar de vez.

É por isso que é perigoso e contraprodutivo apertar o botão ?soneca? do despertador. Normalmente, o despertador toca quando já estamos prestes a acordar, na fase leve do sono. Se voltamos a dormir, o corpo se prepara para nos jogar novamente no sono profundo. Quando o despertador toca pela segunda vez, estamos nesse estágio, o que acaba nos deixando ainda mais cansados (e irritados).

Power Nap a combinação que dobra os efeitos do café

?Mas o que isso tem a ver??, você deve está se perguntando. Tudo. Uma soneca curta ? de 20 minutos ? é incapaz de nos jogar no sono profundo. É apenas sono leve. É por isso que o rápido cochilo nos deixam mais bem-dispostos e um período mais extenso de sono pode nos deixar para baixo, caso seja interrompido.

Assim, a soneca de 20 minutos é até adotada em muitos locais de trabalho e chamada de ?power nap?.

E onde entra o café?

Se você estiver sonolento, deve tirar uma soneca ou tomar um café? Resposta: ambos. Tome um café expresso e vá dormir. Acorde 20 minutos depois. O efeito será ainda maior. Entenda em três passos:

1º: quando você se cansa ou faz esforço, a adenosina do seu corpo se conecta aos receptores de adenosina. Isso informa ao cérebro que você está cansado. Mas quando você toma cafeína, é ela quem se conecta ao receptor da adenosina, deixando-a sem par (tadinha). Daí, a sonolência desaparece.

2º: e o cochilo? Um cochilo breve (15 a 20 minutos) também ?limpa? ou remove a adenosina naturalmente. Acontece que beber café também não tem efeito imediato, levando cerca de 20 minutos para que o processo ocorra.

3º: beba um café e tire uma soneca. Ao mesmo tempo que sua soneca remove parte da adenosina naturalmente, a cafeína vai fazendo seu efeito. Quando você acordar, os receptores de adenosina, além de terem mais dificuldade de encontrá-la, vão se ligar à cafeína que você bebeu. Ou seja, a dose de café terá o dobro do defeito!

 

Máquinas de Café em São Paulo